Natal Sentido

Pai Natal e São Nicolau

Sobre o Pai Natal e São Nicolau

Pai Natal e São Nicolau

Quem foi São Nicolau?

Imagem de São Nicolau

Como sabe, todas as histórias têm um fundo de verdade e assim chegamos a São Nicolau.

Nicolau era filho de cristãos e passou a ser um santo conhecido por ser o padroeiro das crianças, segundo Gerry Bowler, autor de Santa Claus: A Biography. Nasceu em Patara, no século III e morreu a 6 de dezembro de 342. Os seus restos mortais foram levados para Bari, Itália, em 1807.

É, nos dias de hoje, um dos Santos mais populares e a festa de São Nicolau é celebrada a 6 de dezembro por toda a Europa, onde em alguns países, as crianças recebem pequenos presentes, nesse dia.

Conta-se que Nicolau foi sempre um homem generoso e que gostava de ajudar os mais pobres. Diz-se que ajudou três irmãs, muito pobres, cujo pai se preparava para as mandar para a má vida, por não terem dinheiro. Nicolau, atirou, então, um saco de moedas pela janela aberta e, que esta foi cair perto de umas meias. A rapariga mais velha pôde casar e Nicolau fez o mesmo pelas outras duas irmãs.

Mais tarde, sem pais, Nicolau decidiu viajar até à Terra Santa. Na viagem, apanhou uma grande tempestade e começou a rezar. A lenda conta que, imediatamente, a tempestade acalmou, tornando-o, deste modo, o padroeiro dos marinheiros e dos mercadores.

Há ainda outra história que explica como se tornou bispo. Quando Nicolau foi viver para Myra, tinha falecido o Bispo da cidade e os habitantes não sabiam quem nomear. Então, o mais velho, sonhou com Deus e lhe contou em sonhos que o primeiro a entrar na igreja, no dia seguinte, seria nomeado bispo. Nicolau, que se levantava cedo, foi rezar até à igreja e assim foi nomeado bispo por ter sido o primeiro a entrar a igreja, nesse dia.

Pai Natal

A lenda do Pai Natal, parece ter-se baseado em contos sobre a figura histórica de São Nicolau.

O Pai Natal é retratado como um velhinho simpático, de barbas brancas e gorducho, que viaja de trenó puxado por renas e entrega presentes na noite de Natal. Esta ideia do Pai Natal nasceu de um poema escrito por Clement Clark Moore, “A Visit From St. Nicholas” ou “Um relato da visita de São Nicolau” que foi publicado em 1823, no jornal Troy Sentinel, em Nova Iorque.

Curiosamente, Clement Moore escreveu o poema para as suas filhas e, só foi publicado porque uma senhora chamada Harriet Butler, teve conhecimento do poema através dos filhos deste.

De facto, a figura do Pai Natal não é assim tão antiga. Apareceu, pela primeira vez, num anúncio da Coca-cola em 1920 e foi criado pelo ilustrador Thomas Nast.

Mais tarde, foi sendo mudado por outros ilustradores até se tornar a figura que conhecemos hoje em dia, criado por Haddon Sundblom em 1931.

Por curiosidade, fique a saber que Haddon inspirou-se no poema “A Visit From St. Nicholas” de Clement Clark Moore, que se baseou em São Nicolau. Tudo ligado, não é?

A ideia era criar uma figura que retratasse o espírito de Natal e, na verdade, a figura tornou-se imortal. Assim, nasceu o Pai Natal - o velhinho barbudo que desce da chaminé para entregar presentes e que vive no Pólo Norte.

Pai Natal e São Nicolau (imagem 02)
Enviar imagem por WhatsApp


Subscrever newsletter. Faça parte de um grupo especial.